//Séries//+70

“A música é um momento inspirado que sai do coração”

Monarco relembra sua trajetória em entrevista à série +70

texto Itamar Dantas

Monarco relembra capítulos importantes de sua trajetória em entrevista à série +70. Foto: divulgação

Hildemar Diniz é bamba da velha guarda da Portela e conhecido pelo nome de Monarco. Nascido no Rio de Janeiro em  17 de agosto de 1933, nos anos 1950 passou a integrar a ala de compositores da Portela, onde teve seu primeiro samba cantado em 1952. Na década de 1970, Martinho da Vila faz o primeiro registro de uma música sua, “Tudo Menos Amor” (Monarco e Walter Rosa) no álbum Origens (Pelo Telefone), lançado em 1973 pela RCA Victor.

Entre suas memórias, o líder da velha guarda ainda analisa a produção musical do samba na atualidade. “O que tem muito aí é uma música com prazo de validade, eles estão vidrados no enredo, não se preocupam muito com a natureza, as flores no jardim, uma estrela no céu, uma desilusão amorosa”, comenta. Em relação ao momento atual da carreira, o compositor declara: “Estão me dando as flores em vida!”. Além dos discos gravados com a velha guarda da Portela, o sambista tem alguns álbuns individuais, como o primeiro, homônimo, de 1976, que apresentou “O Quitandeiro”, parceria com o pioneiro Paulo da Portela. Confira a entrevista exclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. “Sempre entendi a arte como instrumento de luta”

    Música e luta contra injustiças sociais são temas da entrevista com Leci Brandão

      1. 95 anos de samba

        Playlist homenageia Dona Ivone Lara no mês de seu aniversário