//Séries//+70

“A Mulher do Fim do Mundo é a que vai permanecer”

Uma das cantoras mais contundentes da atualidade, Elza Soares relembra capítulos importantes de sua carreira

texto Itamar Dantas

Elza Soares no Auditório Ibirapuera para lançar o álbum A Mulher do Fim do Mundo, no dia 3 de outubro de 2015. Foto: Sérgio Castro

Elza Soares nasceu em 23 de junho de 1937 no Rio de Janeiro. A primeira aparição como cantora foi no programa de Ary Barroso, Calouros em Desfile, em 1953, quando interpretou “Lama”, de Paulo Marques e Alice Chaves, e alcançou o primeiro lugar no programa radiofônico. Sairia dali já com o aval do mestre compositor e agitador cultural: “Nasce uma Estrela!”.

Nos anos seguintes, Elza Soares fez shows com Grande Otelo, viajou com a companhia de dança de Mercedes Baptista pela América Latina e, quando começou a cantar na boate Texas Bar, no Rio de Janeiro, recebeu um convite da também cantora Sylvinha Telles (1935-1966) para gravar pela Odeon seu primeiro disco, Se Acaso Você Chegasse. Em 2015, Elza lançou no Auditório Ibirapuera (SP) o  34º álbum, A Mulher do Fim do Mundo, já aclamado pela crítica, com músicas fortes e letras contra o preconceito de raça e de gênero e discutindo o papel da mulher na sociedade

>> CONFIRA TAMBÉM O ÁUDIO DO SHOW A MULHER DO FIM DO MUNDO, NO AUDITÓRIO IBIRAPUERA – OSCAR NIEMEYER

Em entrevista para a Série +70, a cantora conta um pouco de sua história e destaca momentos importantes da carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. A Bahia metafórica de Rodrigo Campos

    Cantor e compositor paulista fala sobre seu segundo álbum, Bahia Fantástica

  2. Thiago França e a malandragem paulistana

    Novo álbum do saxofonista homenageia conto de João Antônio: Malagueta Perus e Bacanaço

  3. Amor entre Pará e SP

    Natália Matos lança o seu primeiro disco

  4. As vozes de Péricles

    Arrigo, Luisa Maita, Lurdez da Luz, Jeneci e outros cantam em novo álbum de Péricles Cavalcanti

  5. Tons do desconforto

    A morte é o tema predominante no disco de estreia da cantora Juçara Marçal

  6. Qual é a boa de hoje?

    Novo álbum do Passo Torto é uma das dicas das idealizadoras do site Uia Diário

  7. Da tradição para outro lugar

    Em A Carne das Canções, Marcelo Pretto e Swami Jr. fogem ao convencional na relação entre cantor e instrumentista

  8. Bahia, samba e baião de dois

    Dicas de Cacá Machado vão do samba real de Rodrigo Campos ao ficcional de Paulo Lins

  9. De volta à manada

    Com o novo disco, Cambaco, Vicente Barreto encerra hiato de dez anos sem gravar, com novos parceiros

  10. “O sintetizador virou um parque de diversões”

    João Donato se une a nova geração de músicos e lança o disco "Donato Elétrico"

  11. Retalhos de Kastrup

    Guilherme Kastrup estreia em disco solo, Kastrupismo, com colagens e ampla participação de amigos

  12. O tempo, o soul, o absurdo

    Rodrigo Campos dá dicas culturais para a seção Tô Assobiando

  13. Do coração à boca

    Verônica Ferriani apresenta no dia 16 de novembro seu segundo disco no Auditório Ibirapuera

  14. 27 discos do primeiro semestre de 2016

    Do instrumental ao pop, 27 discos lançados até agora em 2016 mostram a diversidade da música nacional

  15. O que pode fazer um coração machucado

    O que é específico do samba quando o assunto é amor? Com Cartola, Noel Rosa e Lupicínio

  16. Na íntegra, on-line (2013)

    Lista traz 27 discos nacionais disponibilizados para download ou audição on-line

  17. Perdido no mundo até virar canção

    Meno del Picchia conta no álbum "Barriga de Sete Janta" a história de seu primo andarilho, Dico

  18. 33 discos do segundo semestre de 2016

    Lista apresenta obras de canções e instrumentais do segundo semestre do ano

  19. Os dois primeiros discos de 2013

    Na virada do ano, os músicos Kiko Dinucci e Thiago França publicam na rede seus novos trabalhos

  20. Sem raízes, pelo mundo

    Dom La Nena lança seu primeiro disco, aclamado pela crítica internacional

    1. Rumos Música Coletivo – Mujangué

      Terceiro ensaio do grupo de Antonio Loureiro, Arismar do Espírito Santo, Chico Correa, Tiago de Moura e Zé Jarina

    2. Espumas ao Vento, por Elza Soares

      Da trilha sonora de Lisbela e o Prisioneiro, música de Accioly Neto ganha versão a cappella

      1. Elza Soares em A Mulher do Fim do Mundo

        Elza Soares apresenta o álbum A Mulher do Fim do Mundo no Auditório Ibirapuera

      2. Primeiro semestre em 18 discos

        Seleção contempla Passo Torto, Edi Rock, Andreia Dias, Wilson das Neves, Guilherme Arantes e Antonio Adolfo

      3. Sambando no trem

        O trem é um dos protagonistas das músicas de Moreira da Silva, Chico Buarque, Kiko Dinucci e Joyce

      4. O som que fez o som do Metá Metá

        Os músicos do Metá Metá - Kiko Dinucci, Juçara Marçal e Thiago França - indicam, cada um, cinco músicas que lhes ensinaram liberdades novas