//seções//Pitéu

Suflê de queijo à Poppovic

Integrante do Pitanga em Pé de Amora ensina como fazer um prato clássico de sua família

texto Flora Poppovic

Malak e Flora, avó e neta, e o prato clássico da família Poppovic. Fotos: reprodução

A Malak é minha avó querida e esse suflê de queijo é um “clássico” em sua casa. Ele sempre está presente em um jantar mais chique para amigos ou mais informal para a família. É a primeira coisa a acabar! Claro, sempre tem mais de um no forno! Bom, amo comer esse suflê com um bom bife.

INGREDIENTES (4 a 5 pessoas)
Queijo ralado (50% tipo Gruyère ou parmesão e 50%  queijo de Minas envelhecido)
75 g de manteiga
2 ou 3 colheres de sopa de farinha de trigo
250 ml de leite fervente
4 gemas e 4 claras batidas em neve
Sal e pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO
1. Derreta a manteiga em uma panela e adicione a farinha de trigo.

2. Acrescente o leite fervente aos poucos. Mexa até engrossar.

3. Retire a panela do fogo e junte as gemas uma a uma, batendo com vigor com uma espátula de madeira.

4. Acrescente o sal, a pimenta-do-reino e o queijo ralado (reservando deste uma colher de sopa).

5. Incorpore as claras batidas em neve.

6. Ponha a mistura em forma untada para suflê e espalhe o queijo reservado por cima.

7. Asse ao forno aquecido a 200 º C por 30 minutos até o suflê crescer e a crosta dourar.

8. Sirva imediatamente.


FLORA POPPOVIC
é cantora e percussionista do grupo Pitanga em Pé de Amora.

MALAK POPPOVIC é formada em economia pela Universidade do Cairo e pós-graduada em relações internacionais e economia pelo Institut Universitaire de Hautes Études Internationales (IUHEI) da Universidade de Genebra. Foi diretora executiva da Conectas Direitos Humanos, trabalhou em vários países para o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (1975-1988), foi pesquisadora no Núcleo de Estudos da Violência da USP (1989-1994), assessora especial da presidente do Conselho da Comunidade Solidária, em Brasília (1995-2001), e assessora da Fundação das Nações Unidas (United Nations Foundation) em São Paulo (2002-2005).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. Risoto de alho-poró e açafrão à Chico Correa

    Raspas de laranja, Cointreau e vodca dão um toque especial ao prato predileto do guitarrista de João Pessoa (PB)

  2. Rolinhos vietnamitas à Léa Freire

    Filha da flautista e compositora, Tita dá a receita de um prato que faz a cabeça da mãe

  3. A carne assada da vovó Neném

    Confira a receita da avó paterna de Vinicius de Moraes

  4. Canapés de codorna e caviar à Moacyr Luz

    Parceiro de Aldir Blanc, músico dá sua receita de tira-gosto

  5. Arroz com feijão e ovo à Sacramento

    Comemorando 30 anos de carreira, Marcos Sacramento apresenta sua especialidade na cozinha

  6. O funje com quiabo de Ellen Oléria

    Cantora ensina receita típica angolana

  7. Rabo de toro à Fabrício Nobre

    Prato da cozinha espanhola pelas mãos da irmã de um dos fundadores da Abrafin

  8. Pavê de bolacha de maisena à Paulo Freire

    Ele já travou aventuras com sacis, mas só deixa a viola por um doce de bolachas feito pela mãe

  9. Filé ao molho de maracujá à Mauro Rodrigues

    Filha entrega e detalha o ponto fraco do pai flautista

  10. Carne de panela à Miranda

    Como jurado do programa Astros, Carlos Eduardo Miranda jamais diria não à obra-prima de sua mãe