//seções//tô assobiando

Quatro notas de Ricardo Vignini

Violeiro especializado em adaptar clássicos do rock and roll dá dicas de livro, disco e lugares

texto Itamar Dantas

Os violeiros-metaleiros Ricardo Vignini (esquerda) e Zé Helder, autores do projeto Moda de Rock. Foto: divulgação

Nas mãos de Ricardo Vignini e Zé Helder, violeiros do projeto Moda de Rock e integrantes do grupo Matuto Moderno, clássicos do rock and roll ganham versões inusitadas. Por meio de suas violas caipiras, “In the Flesh”, do Pink Floyd, vira uma valsa e “Master of Puppets”, do Metallica, um tradicional pagode de viola.

Lançando o primeiro DVD, Moda de Rock – Viola Extrema, que conta com participações de Kiko Loureiro, Pepeu Gomes e Os Favoritos da Catira, a dupla se apresenta no dia 28 de outubro no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Para a seção “Tô Assobiando”, Vignini dá dicas de um livro que revisita a história de São Paulo, de uma cidade francesa e de um bar de comida nordestina na Zona Oeste da capital paulista.

>> AGENDA: MODA DE ROCK NO AUDITÓRIO IBIRAPUERA 

[CIDADE] Aix, França
Aix é uma cidade francesa da região de Provença fundada no ano 123 a.C. Entre as principais atrações turísticas estão a Catedral Saint-Sauveur e a avenida Cours Mirabeau. A arquitetura abriga construções que vão desde a sua fundação até os dias de hoje. Toquei lá em setembro.

[ÁLBUM] Trilha dos Coroados, de Levi Ramiro
É um álbum conceitual de viola progressiva inspirado no estudo da colonização do Estado de São Paulo e da construção do trecho paulista da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, que quase exterminou os índios Kaingang, conhecidos como “Coroados”. Vale a pena ouvir!

[BAR] Bar do Biu, São Paulo
Um bar de esquina que tem a melhor comida nordestina da cidade. Fica na rua Cardeal Arcoverde, 772/776, Pinheiros.

[LIVRO] Os Nascimentos de São Paulo, de Eduardo Bueno
Esse é um livro bem bacana que o Zé está lendo. Conta a história da maior metrópole brasileira por diversas perspectivas. Sem se prender à narração histórica tradicional, o livro traz à luz eventos que antecederam e que sucederam a clássica missa dos jesuítas no dia 25 de janeiro de 1554.

//tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. Fala aí, meu camarada!

    De Machado de Assis a Mussum, de Norte a Sul, a língua portuguesa segue viva e mutante

  2. Voa Viola divulga 12 selecionados

    Músicos classificados na 2ª edição do festival participam de shows em 4 capitais brasileiras

  3. Ícone da música caipira, Tinoco morre aos 91 anos

    Em hospital no bairro da Mooca, em SP, músico teve insuficiência respiratória e não resistiu

  4. Herdeiros do rock rural

    Banda Matuto Moderno lança quinto álbum em show no Auditório Ibirapuera

  5. Coletânea revisita obra de Déa Trancoso

    Álbum é parte das comemorações de 25 anos de carreira e passeia pelos quatro discos da cantora, com música inédita

  6. Eram duas caveiras que se amavam!

    Novela pós-mortem lançada originalmente em 1940 foi um dos sucessos de Alvarenga & Ranchinho

  7. Pavê de bolacha de maisena à Paulo Freire

    Ele já travou aventuras com sacis, mas só deixa a viola por um doce de bolachas feito pela mãe

  8. Moda de viola com requeijão e goiabada

    Para fugir da mesmice da mídia, Roberto Corrêa defende uma demarcação cultural

      1. Roberto Corrêa: “Cornélio Pires foi o primeiro a gravar música independente”

        Físico de formação e violeiro por opção conta histórias de seus discos e da música caipira

      2. Mazzaropi, crooner da roça

        Homenagem ao ator e humorista por meio das músicas de seus filmes, como as de O Vendedor de Linguiça

      3. Violas marrudas

        Ricardo Vignini sugere modas de viola de Tião Carreiro e Pardinho, Índio Cachoeira, Ivan Vilela e Renato Andrade

      4. Original & Inigualável

        Playlist de 13 músicas reúne duplas como Marechal e Rondon, Faísca e Pinga Fogo, Polyglota e Porta-Voz