//seções//tô assobiando

Quatro notas de Ricardo Vignini

Violeiro especializado em adaptar clássicos do rock and roll dá dicas de livro, disco e lugares

texto Itamar Dantas

Os violeiros-metaleiros Ricardo Vignini (esquerda) e Zé Helder, autores do projeto Moda de Rock. Foto: divulgação

Nas mãos de Ricardo Vignini e Zé Helder, violeiros do projeto Moda de Rock e integrantes do grupo Matuto Moderno, clássicos do rock and roll ganham versões inusitadas. Por meio de suas violas caipiras, “In the Flesh”, do Pink Floyd, vira uma valsa e “Master of Puppets”, do Metallica, um tradicional pagode de viola.

Lançando o primeiro DVD, Moda de Rock – Viola Extrema, que conta com participações de Kiko Loureiro, Pepeu Gomes e Os Favoritos da Catira, a dupla se apresenta no dia 28 de outubro no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Para a seção “Tô Assobiando”, Vignini dá dicas de um livro que revisita a história de São Paulo, de uma cidade francesa e de um bar de comida nordestina na Zona Oeste da capital paulista.

>> AGENDA: MODA DE ROCK NO AUDITÓRIO IBIRAPUERA 

[CIDADE] Aix, França
Aix é uma cidade francesa da região de Provença fundada no ano 123 a.C. Entre as principais atrações turísticas estão a Catedral Saint-Sauveur e a avenida Cours Mirabeau. A arquitetura abriga construções que vão desde a sua fundação até os dias de hoje. Toquei lá em setembro.

[ÁLBUM] Trilha dos Coroados, de Levi Ramiro
É um álbum conceitual de viola progressiva inspirado no estudo da colonização do Estado de São Paulo e da construção do trecho paulista da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, que quase exterminou os índios Kaingang, conhecidos como “Coroados”. Vale a pena ouvir!

[BAR] Bar do Biu, São Paulo
Um bar de esquina que tem a melhor comida nordestina da cidade. Fica na rua Cardeal Arcoverde, 772/776, Pinheiros.

[LIVRO] Os Nascimentos de São Paulo, de Eduardo Bueno
Esse é um livro bem bacana que o Zé está lendo. Conta a história da maior metrópole brasileira por diversas perspectivas. Sem se prender à narração histórica tradicional, o livro traz à luz eventos que antecederam e que sucederam a clássica missa dos jesuítas no dia 25 de janeiro de 1554.

//tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. Eram duas caveiras que se amavam!

    Novela pós-mortem lançada originalmente em 1940 foi um dos sucessos de Alvarenga & Ranchinho

  2. Moda de viola com requeijão e goiabada

    Para fugir da mesmice da mídia, Roberto Corrêa defende uma demarcação cultural

  3. Voa Viola divulga 12 selecionados

    Músicos classificados na 2ª edição do festival participam de shows em 4 capitais brasileiras

  4. Ícone da música caipira, Tinoco morre aos 91 anos

    Em hospital no bairro da Mooca, em SP, músico teve insuficiência respiratória e não resistiu

  5. Fala aí, meu camarada!

    De Machado de Assis a Mussum, de Norte a Sul, a língua portuguesa segue viva e mutante

  6. Pavê de bolacha de maisena à Paulo Freire

    Ele já travou aventuras com sacis, mas só deixa a viola por um doce de bolachas feito pela mãe

  7. Herdeiros do rock rural

    Banda Matuto Moderno lança quinto álbum em show no Auditório Ibirapuera

  8. Coletânea revisita obra de Déa Trancoso

    Álbum é parte das comemorações de 25 anos de carreira e passeia pelos quatro discos da cantora, com música inédita

      1. Roberto Corrêa: “Cornélio Pires foi o primeiro a gravar música independente”

        Físico de formação e violeiro por opção conta histórias de seus discos e da música caipira

      2. Mazzaropi, crooner da roça

        Homenagem ao ator e humorista por meio das músicas de seus filmes, como as de O Vendedor de Linguiça

      3. Violas marrudas

        Ricardo Vignini sugere modas de viola de Tião Carreiro e Pardinho, Índio Cachoeira, Ivan Vilela e Renato Andrade

      4. Original & Inigualável

        Playlist de 13 músicas reúne duplas como Marechal e Rondon, Faísca e Pinga Fogo, Polyglota e Porta-Voz