//seções//notas

Perdido no mundo até virar canção

Meno del Picchia conta no álbum "Barriga de Sete Janta" a história de seu primo andarilho, Dico

texto Itamar Dantas

Meno del Picchia em ensaio para o disco Barriga de Sete Janta. Foto: Amanda Amaral/divulgação

Barriga de Sete Janta é o nome do terceiro álbum de Meno del Picchia, obra conceitual que conta a história de Dico, primo sapateiro de Meno que virou andarilho nos arredores da pequena cidade de Ipaussu, no interior paulista. O nome do disco é uma expressão que Meno ouviu em São Paulo, referindo-se a alguém muito magro, cuja barriga só recebeu sete jantas na vida.

O avô do músico contava que Dico, certa vez, havia sido encontrado e reconhecido pela família, que o acolheu em casa durante um tempo, mas depois voltou para a rua. “Ele tinha toda uma estrutura… Isso me intrigava. Fiz uma música há uns sete anos chamada ‘Primo Raimundo’. E, de uns três anos para cá, comecei a criar algumas músicas para contar essa história”, conta Meno.

Na elaboração do disco temático em torno do primo perdido no mundo, Meno imaginou um motivo para que ele caísse na estrada: a traição da esposa, Sabrina. Ao reunir as composições para o álbum, o músico trouxe parceiros em canções que rodeavam o tema. Com Peri Pane, compôs “Sabrina”; “Correnteza” é uma parceria com Romulo Fróes; “Carneiro Velho” tem letra da esposa, Heloiza Abdalla; “O Peso das Moedas” é uma adaptação musicada por Meno do poema de abertura do livro A Representação Matemática das Nuvens, de autoria de arrudA; e “Pigarço” é sua parceria com o bisavô Menotti del Picchia, poeta da primeira geração do modernismo brasileiro.

Para a canção “Pigarço”, Meno musicou um poema do livro Juca Mulato, de Menotti, lançado em 1917, e promoveu um encontro entre os personagens do bisavô – Juca Mulato e seu cavalo, Pigarço – com Dico, o bisneto. “Juca Mulato é um texto de que eu gosto muito, um dos primeiros livros que li. É um cara que escuta a voz da Lua, dos animais. Imaginei um encontro entre os dois [Juca e Dico] na estrada”, relata o compositor.

No rock rural épico ambientado principalmente por cordas, bateria e percussão, o disco desenvolve a trama com a banda formada por Meno (voz, violões, baixo elétrico, baixo acústico, viola caipira, ukulele e arranjo de violinos em “Correnteza”, “Sabrina” e “Jacaré”), Otávio Carvalho (baixo elétrico, guitarra, teclado e edições), Allen Alencar (guitarras, violão, violão de 12 cordas, ukulele e coros) e Marcelo Effori (baterias, percussão e edições).

A obra conta ainda com a participação dos músicos Romulo Fróes, Lu Horta e Saulo Duarte, do poeta arrudA, de Rodrigo Caçapa, Juliana Perdigão, Ricardo Herz, Thiago França, Jacques Mathias, Marcelo Cabral, Aramis Rocha, Robson Rocha, Daniel Pires e Joel de Souza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. 33 discos do segundo semestre de 2016

    Lista apresenta obras de canções e instrumentais do segundo semestre do ano

  2. Na íntegra, on-line

    Seleção traz 25 discos de 2012 disponibilizados pelos próprios artistas para download ou audição on-line

  3. Thiago França e a malandragem paulistana

    Novo álbum do saxofonista homenageia conto de João Antônio: Malagueta Perus e Bacanaço

  4. “A Mulher do Fim do Mundo é a que vai permanecer”

    Uma das cantoras mais contundentes da atualidade, Elza Soares relembra capítulos importantes de sua carreira

  5. 27 discos do primeiro semestre de 2016

    Do instrumental ao pop, 27 discos lançados até agora em 2016 mostram a diversidade da música nacional

  6. O violino e o vibrafone

    Ricardo Herz (dir.) e Antonio Loureiro promovem encontro inusitado em disco

  7. A Bahia metafórica de Rodrigo Campos

    Cantor e compositor paulista fala sobre seu segundo álbum, Bahia Fantástica

  8. Violino francês de sotaque brasileiro

    Comemorando 15 anos de carreira no Brasil, Nicolas Krassik fala de sua relação com o país e a música brasileira

  9. Qual é a boa de hoje?

    Novo álbum do Passo Torto é uma das dicas das idealizadoras do site Uia Diário

  10. Os dois primeiros discos de 2013

    Na virada do ano, os músicos Kiko Dinucci e Thiago França publicam na rede seus novos trabalhos

    1. Ricardo Herz e Samuca do Acordeon

      Duo de violino e acordeom interpreta a autoral "Novos Rumos"

      1. Primeiro semestre em 18 discos

        Seleção contempla Passo Torto, Edi Rock, Andreia Dias, Wilson das Neves, Guilherme Arantes e Antonio Adolfo

      2. Elza Soares em A Mulher do Fim do Mundo

        Elza Soares apresenta o álbum A Mulher do Fim do Mundo no Auditório Ibirapuera

      3. O som que fez o som do Metá Metá

        Os músicos do Metá Metá - Kiko Dinucci, Juçara Marçal e Thiago França - indicam, cada um, cinco músicas que lhes ensinaram liberdades novas