//seções//notas

Na íntegra, on-line

Seleção traz 25 discos de 2012 disponibilizados pelos próprios artistas para download ou audição on-line

texto Itamar Dantas

 

Desde que o Napster foi lançado, em 1999, a troca de arquivos em mp3 na internet tem deixado músicos, compositores e indústria fonográfica de cabelo em pé, e gerado uma intensa discussão sobre o melhor modelo para recolhimento de direitos autorais no meio musical. Enquanto alguns músicos defendem o acirramento de políticas contra a troca livre de dados na rede, outros têm se utilizado dela para promover seus trabalhos e chegar a um maior número de pessoas. Como forma de divulgar sua música, muitos têm disponibilizado seus discos na íntegra, para download ou audição on-line.

O Álbum lista 25 discos brasileiros lançados em 2012 e disponibilizados na íntegra pelos próprios artistas, para ouvir e/ou baixar!

1 – BAHIA FANTÁSTICA  [Rodrigo Campos]
Depois do elogiado São Mateus Não É um Lugar Tão Distante Assim (2009), Rodrigo Campos lançou em 2012 seu segundo disco, Bahia Fantástica, também aclamado pela crítica. O álbum conta com a participação de Criolo, Kiko Dinucci, Thiago França, Romulo Fróes, Marcelo Cabral, Luisa Maita, Juçara Marçal e Guilherme Held.

2 – NORDESTE OCULTO [Cabruêra]
O quinto álbum da banda Cabruêra é um projeto multimídia. O CD Nordeste Oculto conta com um livro de fotografias de Augusto Pessoa, poesias de Alberto Marsicano e músicas que costuram essas experiências, oferecendo um paralelo entre a religiosidade nordestina e as tradições orientais.

3 – SINTONIZA LÁ [BNegão e os Seletores de Frequência]
Nove anos depois do primeiro álbum (Enxugando o Gelo, 2003), BNegão e os Seletores de Frequência chegam ao segundo disco, Sintoniza Lá. O ex-Planet Hemp mantém a mistura sonora que caracterizou o primeiro trabalho, com hip-hop, funk e soul aliados a letras contundentes e críticas.


4 – METAL METAL [Metá Metá]
O segundo álbum do grupo Metá Metá faz jus ao seu nome, trazendo uma sonoridade pesada, rock and roll, para a batida e o embalo da música afrobrasileira. Os temas são cantados por Juçara Marçal e embalados pela guitarra de Kiko Dinucci e pelo saxofone de Thiago França.

5 – ARROCHA [Curumin]
O paulistano Curumin lançou seu quarto álbum em 2012. Música eletrônica com ritmos que vão do reggae à MPB marcam o disco. Com participações de Céu, Guizado, Marcelo Jeneci e Russo Passapusso.

6 – IDENTIDADE [Itiberê Zwarg & Grupo]
Itiberê Zwarg é conhecido por seu trabalho como baixista na banda de Hermeto Pascoal. O disco Identidade, lançado em 2012, tem como estrutura a música universal, defendida pelo parceiro Pascoal, e faz um passeio pelas memórias do músico, desde a sua infância. Todos os temas são compostos pelo baixista, exceto “Bem Vindos Todos Juntos na Pindaíba!”, de Hermeto.

7 -  II [ Marginals]
O trio Thiago França, Marcelo Cabral e Tony Gordin lançou em setembro o segundo álbum do projeto MarginalS. Nele, os músicos colocam em xeque a autoria. Os temas não têm nome nem compositores; são improvisações registradas “ao vivo”, em estúdio. Os grooves são desenvolvidos pelo trio, com o peso de um baixo distorcido e do sax alto de Thiago França.

8 – A MÚSICA DA ALMA [Amplexos]
A banda Amplexos é de Volta Redonda, RJ. Em novembro lançou o segundo disco da carreira, com sonoridade marcada pelo afrobeat. A banda tem no currículo shows ao lado do guitarrista Oghene Kologbo, que tocou com Fela Kuti na banda Africa 70.

9 – AFROELECTRO [AfroElectro]
A banda AfroElectro, formada em 2009, alia a sonoridade do afrobeat a batidas eletrônicas e ritmos brasileiros. O grupo é composto dos músicos Sérgio Machado (bateria, teclados, programações e vocais), Michael Ruzitschka (guitarras e vocais), João Taubkin (baixo elétrico e vocais), Mauricio Badé (percussão e vocais) e Denis Duarte (loops, percussão e vocais).

1o – AQUI É O MEU LÁ [Ricardo Herz Trio]
O violino de Ricardo Herz tem se tornado cada vez mais conhecido no Brasil. O terceiro álbum, Aqui É o Meu Lá, teve produção e direção musical do pianista Benjamim Taubkin. Acompanhado de Pedro Ito (bateria e percussão) e Michi Ruzitschka (violão de 7 cordas), Ricardo Herz Trio passeia por ritmos regionais, como o forró e o chorinho.

11 – NAVE MANHA [Trupe Chá de Boldo]
O segundo disco da carreira do grupo conta com produção de Gustavo Ruiz e participações de André Abujamra, Alzira Espíndola, Tatá Aeroplano, Márcia Castro, PeriPane, Simone Sou, Otávio Ortega, Marcelo Pretto e Lu Horta.

12 – CAIXA CUBO [Caixa Cubo]
O disco de estreia do duo Caixa Cubo, formado pelos instrumentistas João Fideles e Henrique Gomide, tem o jazz, a música erudita e o sambalanço como principais referências. Em 2012, o grupo se apresentou no festival Jazz à Vienne, na França.

13 – DERIVASONS [Chico Correa & Electronic Band]
Quando lançou o primeiro disco, em 2007, Chico Correa já queria que outros artistas fizessem versões de suas músicas para que entrassem no álbum. Não foi possível, mas quando reuniu 14 músicas lançou o EP virtual DerivaSons, lançado apenas on-line.

14 – THIS IS ROLÊ [Macaco Bong]
O power trio de Mato Grosso foi formado em 2004 e sempre usou a internet como principal disseminador de seus trabalhos. O terceiro disco, This is Rolê, tem participação do ex-mutante Túlio Mourão e mantém a pegada rock and roll que consagrou o trio no meio alternativo.

15 – ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA [Abayomy Afrobeat Orquestra]
A Abayomy Afrobeat Orquestra foi formada no Rio de Janeiro em 2009 para se apresentar no Fela Day daquele ano, em homenagem ao ícone do afrobeat Fela Kuti. E, três anos depois, o grupo lançou também no Fela Day o autointitulado primeiro álbum, com seis músicas, sob a produção de André Abujamra.

16 – AVANTE [Siba]
O pernambucano Siba foi guitarrista da banda Mestre Ambrósio, um dos ícones do movimento Maguebeat. Com produção de Fernando Catatau [Cidadão Instigado e Banda Cê] e do próprio Siba, o disco passeia pelo rock and roll e por ritmos regionais como o maracatu e a ciranda.

17 – DE PÉS NO CHÃO [Marcia Castro]
A cantora baiana já participou de discos e shows ao lado da nata da MPB e traz no repertório versões para músicas de Gilberto Gil, Gonzaguinha, Tom Zé e Novos Baianos.

18 – O HÁBITO DA FORÇA [Filarmônica de Pasárgada]
A Filarmônica de Pasárgada é uma banda formada nos corredores da USP. Este primeiro disco traz música popular com letras e arranjos bem trabalhados, mesclando as referências eruditas e populares do grupo. O álbum conta com a participação de Luiz Tatit, Ná Ozzetti, Kassin, Cerqueira e Lurdez da Luz e foi gravado nos estúdios do selo Coaxo do Sapo, de Guilherme Arantes, na Bahia.

19 – TUDO TANTO [Tulipa Ruiz]
O segundo álbum de Tulipa Ruiz veio com a responsabilidade de manter as boas críticas de seu primeiro, Efêmera (2010). Participam dele Criolo, Lulu Santos, São Paulo Underground, Daniel Ganjaman, Kassin e Rafael Castro.

20 – O DEUS QUE DEVASTA MAS TAMBÉM CURA [Lucas Santtana]
Multi-instrumentista e compositor, Lucas Santtana já tem longa história no mercado musical brasileiro. O quinto álbum solo, O Deus que Devasta mas Também Cura, foi aclamado pela crítica nacional e internacional. Tocam no disco os músicos Marcelo Callado, Ricardo Dias Gomes, Bruno Buarque e Gustavo Benjão. As participações especiais ficam por conta de Kassin, Céu, Rica e Gui Amabis e Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz.

21 – PRA FICAR [Orquestra Contemporânea de Olinda]
O segundo disco da orquestra idealizada pelo percussionista Gilú Amaral foi produzido pelo músico Arto Lindsay, ex-integrante do grupo The Lounge Lizards, que já assinou álbuns de Caetano Veloso, Marisa Monte e Tom Zé.

22 – LEMBRA? [Rafael Castro]
Lembra? é o oitavo disco de Rafael Castro, mas o primeiro em versão “física”. Com todos os instrumentos gravados em casa pelo próprio músico, a  sonoridade  mantém as referências dos trabalhos anteriores, com letras focadas em temas cotidianos e um tênue limiar instrumental entre o brega e o punk.

23 – SAMBANZO [Thiago França]
O nome e o saxofone de Thiago França estão presentes em inúmeros projetos musicais dos últimos anos, sempre caracterizado por sua sonoridade agressiva e inventiva. No álbum de sua autoria, o músico vai ao continente africano buscar suas referências. O disco conta com a participação dos sempre parceiros Kiko Dinucci (guitarra), Marcelo Cabral (baixo), SambaSam (percussão) e Pimpa (bateria).

24 – À BEIRA DO DIA [Urucum na Cara]
O grupo mineiro Urucum na Cara já conta com mais de dez anos de história e várias formações. Em 2012, lançou seu primeiro álbum, passeando por músicas autorais, de formações anteriores, e indo para uma pesquisa sobre congado mineiro e música popular contemporânea de Belo Horizonte.

25 - EP Gentileza [Sonora Samba Groove]
Como o nome indica, o som da Sonora Sambra Groove tem chão no samba rock. Gentileza é o segundo EP da banda, que é um dos novos expoentes da noite de João Pessoa (PB) e em setembro participou do Festival Hay Espiritu, em Madri, Espanha. O disquinho traz 6 músicas, sendo duas composições próprias, uma assinada por Adeildo Vieira e duas por Arthur Pessoa, da banda Cabruêra.

 

  1. Faltou nessa lista o cd do Dibigode Intrumental: “Naturais e idênticos ao natural de pimentas da Jamaica e preta” que tem seu download livre em dibigode.com

    Música instrumental de primeira qualidade

    | Mônica
  2. Faltou o do Criolo…

    | Andrew
  3. O Circo Singular DA PATRICIA POLAYNE FALTOU NESSA LISTA!

    | ANDREIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. Os dois primeiros discos de 2013

    Na virada do ano, os músicos Kiko Dinucci e Thiago França publicam na rede seus novos trabalhos

  2. Perdido no mundo até virar canção

    Meno del Picchia conta no álbum "Barriga de Sete Janta" a história de seu primo andarilho, Dico

  3. A Espetacular Charanga do França no Carnaval paulistano

    O bloco desfila no dia 27 de fevereiro, no bairro Santa Cecília

  4. Thiago França e a malandragem paulistana

    Novo álbum do saxofonista homenageia conto de João Antônio: Malagueta Perus e Bacanaço

  5. As vozes de Péricles

    Arrigo, Luisa Maita, Lurdez da Luz, Jeneci e outros cantam em novo álbum de Péricles Cavalcanti

  6. Em SP, Néctar do Groove antecipa seu segundo CD

    Banda apresentou seu jazz nordestino no Instrumental Sesc Brasil

  7. Documentário sobre Vanguarda Paulista é destaque no In-Edit

    Longa-metragem conta a história do local que nos anos 1980 deu espaço a nomes como Itamar Assumpção e Titãs

  8. “Não é um projeto de resgate!”

    Siba mistura lado elétrico e tradicional em nova proposta de show, Azougue Vapor

  9. Risoto de alho-poró e açafrão à Chico Correa

    Raspas de laranja, Cointreau e vodca dão um toque especial ao prato predileto do guitarrista de João Pessoa (PB)

  10. Frames de um Brasil musical

    Em 13 curtas, cineasta francês Vincent Moon registra a música folclórica e a nova safra de compositores e intérpretes

    1. Rumos Música Coletivo – Mujangué

      Terceiro ensaio do grupo de Antonio Loureiro, Arismar do Espírito Santo, Chico Correa, Tiago de Moura e Zé Jarina

    2. Filipe Catto

      Trecho do show de lançamento de seu 1º disco, com temas autorais como Saga, da novela Cordel Encantado

    3. Ricardo Herz e Samuca do Acordeon

      Duo de violino e acordeom interpreta a autoral "Novos Rumos"

    4. Cadê o Ovo, por Mujangué

      Quinteto formado pelo Rumos Coletivo canta "Cadê o ovo, mamãe, que a galinha botou?!"

    5. Siba e Roberto Corrêa

      Com músicas do CD Violas de Bronze, show do rabequeiro e violeiro abre a edição 2007-2009 do Rumos Mapeamento

    6. Serena, Serena, por Chico Correa & Eletronic Band

      Músico paraibano funde ritmos nordestinos tradicionais, como o coco, com música eletrônica

      1. O som que fez o som do Metá Metá

        Os músicos do Metá Metá - Kiko Dinucci, Juçara Marçal e Thiago França - indicam, cada um, cinco músicas que lhes ensinaram liberdades novas

      2. Especial Manguebeat

        Bandas que renovaram o pop brasileiro dos anos 1990, como Mundo Livre S/A/ (f.), Mestre Ambrósio, Cascabulho, e Chico Science e Nação Zumbi