//seções//notas

Fora da mira dos conservadores

Heraldo do Monte lança álbum em que a viola é protagonista do choro

texto Itamar Dantas

Heraldo do Monte coloca a viola a serviço do choro. Foto: divulgação

Com 81 anos recém-completados em maio, o instrumentista Heraldo do Monte lança o 15o disco da sua carreira, que leva o seu nome. A princípio, a obra se chamaria Choro de Viola, uma vez que é esse ritmo instrumental brasileiro o principal homenageado no trabalho. Mas, segundo o próprio músico, o patrulhamento dos puristas o fez mudar de ideia. “O choro tem muitos patrulheiros conservadores. Quis sair da mira deles. É só música.”

Unindo duas de suas paixões, a viola e o choro, é com sua viola de seis duplas de cordas (diferente das tradicionais, que levam cinco duplas) que Heraldo percorre choros clássicos, como “Lamentos” (Pixinguinha e Vinicius de Moraes) e “Doce de Coco” (Jacob do Bandolim). Além deles, o disco conta com quatro músicas do repertório do instrumentista: “Moreneide”, “Pra Lurdes”, “Doçura” e “Esperando a Feijoada”. Todas elas receberam  novos arranjos para integrar o álbum.

Outros três temas foram compostos especialmente para o projeto. São eles: “Choro de Viola”, “Torto” e “Inteiriço”. Das três novidades, Heraldo destaca “Inteiriço”, último tema registrado no disco. “O lirismo e a harmonia, meio erudita e inquieta, de ‘Inteiriço’, a última faixa do CD, me agradam. Pena que seja quase impossível de pegar de ouvido”, conta o músico. “Mas a partitura completa com o arranjo e a melodia estará no livro que vou lançar neste ano, com songbook, biografia estendida e detalhada, fotos etc.”

Heraldo é ativo nas redes sociais e, vira e mexe, comenta o seu trabalho no Facebook. Sobre a gravação de “Doce de Coco”, fez questão de frisar para seus seguidores o cuidado que teve ao interpretar o tema. “De tanto ouvir pessoas cantando e tocando errado essa passagem em sol menor, meio ‘oriental’, desrespeitando nosso Jacob, na minha gravação recente para a Biscoito Fino dou uma paradinha para mostrar, nota por nota, como é o original. Para isso, ouvi gravações de ‘Doce de Coco’ em ocasiões distintas. Todas com Jacob, é claro!”

Normalmente associada à música caipira, a viola tem experimentado novos ares nos últimos anos, com instrumentistas que a exploram em outros terrenos. Agora, o grupo conta com Heraldo do Monte como aliado. “Talvez faltasse minha modesta colaboração. Muitos já tentaram, mas a viola padece da imagem de instrumento ligado só à música caipira”, defende ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. “O mercado europeu de música instrumental acabou!”

    Clarinetista italiano, Gabriele Mirabassi comenta sua relação com a música brasileira

  2. “Ficar preso à história oficial é uma coisa perigosa”

    Livro de Amaral Júnior traz pesquisa inédita sobre a história do choro em São Paulo

  3. “Éramos chamados de quadrados”

    Izaías do Bandolim fala do período em que o choro ficou esquecido em meio à invasão de ritmos estrangeiros

  4. A malícia e o jazz do choro carioca

    Em Rio, Choro, Jazz... Antonio Adolfo revisita obra de Ernesto Nazareth e lança música em sua homenagem

  5. Pixinguinha de roupa nova

    Novo álbum de Hamilton de Holanda reúne visões estrangeiras da obra do chorão carioca

  6. “Nós fomos a resistência do choro”

    A trajetória de uma das figuras centrais do choro paulistano: Izaías do Bandolim

  7. Muito além da bossa nova

    No centenário de nascimento do multi-instrumentista Garoto, documentário joga luz sobre a sua obra

  8. Marco Pereira revitaliza obra de Dilermando Reis

    Disco "Dois Destinos" traz arranjos modernos e improvisação às composições do violonista seresteiro

  9. “Meu desafio é não tentar agradar todo mundo!”

    Pianista Felipe Scagliusi fala de sua carreira, de Nelson Freire e de Schumann

  10. Pandeiro com assinatura

    Ex-guitarrista em Nova York, Scott Feiner lança seu 4º álbum

    1. Ricardo Herz e Samuca do Acordeon

      Duo de violino e acordeom interpreta a autoral "Novos Rumos"

    2. Zé Menezes: “Tocador de violão não tinha valor nenhum”

      Músico cearense relembra a Rádio Nacional, as orquestras e Garoto

    3. Mistura e Manda, por Banda Pequi

      Choro que batiza disco de 1983 de Paulo Moura ganha versão de big band pelo grupo goiano

    4. Vovô Manuel, por Banda Mantiqueira

      Música foi lançada originalmente no CD Terra Amantiquira, de 2006

    5. “Sempre quis desafiar os dogmas consolidados pelo tropicalismo!”

      Criado pelo baixista Munha, grupo de música instrumental mescla influências de Mahler, bossa nova e rock

      1. Especial Jacob do Bandolim

        A carreira de um dos instrumentistas mais originais surgidos no Brasil. Por Carlos Careqa

      2. Série Instrumento: Violão

        Seleção lista interpretações de Dilermando Reis, Rosinha de Valença, Vera Brasil, Geraldo Vespar e Sebastião Tapajós

      3. Série Instrumento: Baixo

        Playlist reúne os titulares do ritmo Luizão Maia, Luiz Chaves, Liminha, Jamil Joanes e Arthur Maia

      4. Série Instrumento: Bateria

        Com os craques do ritmo João Barone, Milton Banana, Edison Machado, Zé Eduardo Nazário, Nenê e Chico Batera

      5. Sons que fizeram o som do Duofel

        Genesis, Los Indios Tabajaras, Pink Floyd e Baden Powell estão na lista de Luiz Bueno e Fernando Mello

      6. Hector Costita homenageia Astor Piazzolla

        Em show no Auditório Ibirapuera, músico argentino revê carreira e homenageia o renovador do tango

      7. Sem bandleader

        O rock instrumental brasileiro, de Os Incríveis a Pata de Elefante e Macaco Bong

      8. Hermeto Pascoal no Auditório Ibirapuera

        Hermeto Pascoal e Grupo realizaram apresentação recheada de improvisações

      9. A música de Paulinho da Viola pela Escola do Auditório Ibirapuera

        Cinco formações da Escola interpretaram músicas do sambista e de outros artistas brasileiros

      10. Especial Kuarup Disco (Parte 2)

        Segunda parte do especial sobre a gravadora carioca focaliza a música instrumental. Com Dino 7 Cordas e Raphael Rabello, Carlos Poyares e Paulo Moura