//seções//notas

De volta à manada

Com o novo disco, Cambaco, Vicente Barreto encerra hiato de dez anos sem gravar, com novos parceiros

texto Itamar Dantas

Vicente Barreto lança novo álbum, encerrando hiato de dez anos sem lançar discos. Foto: José de Holanda/Ilustração: Manu Maltez

Para Vicente Barreto, sua carreira de músico profissional já estava encerrada. Aos 65 anos de idade e uma década depois do lançamento de seu último álbum, o cantor, compositor e violonista baiano já não compunha nem tinha intenção de lançar trabalhos novos. “Não quero mais fazer disco”, dizia aos amigos que lhe cobravam uma nova obra. Mas depois de muitas provocações e com a chegada de novos parceiros a resistência se tornou inspiração e agora Barreto apresenta o nono título da carreira: Cambaco.

Cambaco, no dialeto moçambicano changana, é o elefante que se desprende da manada quando velho para morrer sozinho. Solitário, fica mais vulnerável aos caçadores. Assim, foi no animal que aguarda seu fim que o parceiro Manu Maltez encontrou o sentido e a letra para a música que batiza o disco.

Renovado com a proximidade de artistas da nova geração de São Paulo, Vicente Barreto voltou a compor. Além de Manu Maltez, Cambaco conta com parcerias com o filho Rafa Barreto e com Kiko Dinucci, Romulo Fróes e Rodrigo Campos. Na empreitada, saiu da zona de conforto e buscou outros caminhos para a própria música. “Tive o cuidado de ouvir algumas coisas minhas. Não posso seguir de novo por esse caminho mais. Ficava angustiado. Fazia umas melodias bonitas e falava: ‘Isso eu já fiz’. Eu queria seguir com uma nova proposta.”

O processo de arranjos também foi coletivo. Vicente mostrou as canções no estúdio a alguns músicos. “E esses arranjos foram saindo. Era aquilo de você tocar, ir criando em cima. Foi o processo mais incrível que já fiz na vida. Parei com essa coisa de não querer fazer um disco. O resultado é como se eu estivesse começando outra fase da vida. Isso é incrível para quem está com 65 anos de idade”, garante o coautor de “Tropicana”, sucesso do parceiro Alceu Valença.

O álbum conta com os músicos Sérgio Machado (bateria), Marcelo Cabral (baixo), Thiago França (saxofone e flauta), Rodrigo Campos (guitarra) e Juçara Marçal (voz). Está disponível para download gratuito no site www.vicentebarreto.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário
  1. A Bahia metafórica de Rodrigo Campos

    Cantor e compositor paulista fala sobre seu segundo álbum, Bahia Fantástica

  2. Tons do desconforto

    A morte é o tema predominante no disco de estreia da cantora Juçara Marçal

  3. Da tradição para outro lugar

    Em A Carne das Canções, Marcelo Pretto e Swami Jr. fogem ao convencional na relação entre cantor e instrumentista

  4. “A Mulher do Fim do Mundo é a que vai permanecer”

    Uma das cantoras mais contundentes da atualidade, Elza Soares relembra capítulos importantes de sua carreira

  5. Thiago França e a malandragem paulistana

    Novo álbum do saxofonista homenageia conto de João Antônio: Malagueta Perus e Bacanaço

  6. Os dois primeiros discos de 2013

    Na virada do ano, os músicos Kiko Dinucci e Thiago França publicam na rede seus novos trabalhos

  7. Amor entre Pará e SP

    Natália Matos lança o seu primeiro disco

  8. Sem raízes, pelo mundo

    Dom La Nena lança seu primeiro disco, aclamado pela crítica internacional

  9. A voz do silêncio

    Ceumar lança Silencia, que mescla composições autorais e de contemporâneos, como Vitor Ramil e Kiko Dinucci

  10. Ro Ro por eles

    Coitadinha Bem Feito traz 17 releituras de Angela Ro Ro

    1. Rumos Música Coletivo – Mujangué

      Terceiro ensaio do grupo de Antonio Loureiro, Arismar do Espírito Santo, Chico Correa, Tiago de Moura e Zé Jarina

      1. Primeiro semestre em 18 discos

        Seleção contempla Passo Torto, Edi Rock, Andreia Dias, Wilson das Neves, Guilherme Arantes e Antonio Adolfo

      2. Sambando no trem

        O trem é um dos protagonistas das músicas de Moreira da Silva, Chico Buarque, Kiko Dinucci e Joyce

      3. Elza Soares em A Mulher do Fim do Mundo

        Elza Soares apresenta o álbum A Mulher do Fim do Mundo no Auditório Ibirapuera

      4. O som que fez o som do Metá Metá

        Os músicos do Metá Metá - Kiko Dinucci, Juçara Marçal e Thiago França - indicam, cada um, cinco músicas que lhes ensinaram liberdades novas