//agenda

@Auditório Ibirapuera

Gênesis: o Mix da Criação

Espetáculo com o Afro Circo estreia na capital paulista

Cena de Gênesis: o Mix da Criação (Foto: André Santos)

O Afro Circo, trupe formada nas oficinas artísticas do grupo AfroReggae, sobe ao palco do Auditório Ibirapuera com Gênesis: o Mix da Criação – espetáculo até então inédito na capital paulista –, sob a direção-geral de Johayne Hildefonso e a direção cênica de Alexandre Jaspion.

Onze artistas circenses e uma banda formada por oito músicos do AfroReggae – que pela primeira vez assina a trilha sonora completa de uma montagem – contam a história da criação do mundo pelo olhar dos iorubás, cuja mitologia influenciou o nascimento de várias religiões, entre elas o candomblé no Brasil.

Segundo a lenda, quando o deus supremo Olorum criou o universo, jogou na Terra cinco galinhas-d’angola e mandou que elas ciscassem para separar os cinco continentes. Os orixás, em festa, tomaram conta do planeta e criaram os seres humanos e todas as coisas. Assim teve início a viagem que uniu a África ao Brasil.

Gênesis porque é o início; Mix da Criação porque nesse espetáculo nós temos circo, dança, música e muita coreografia”, explica Johayne Hildefonso, também diretor artístico do AfroReggae. “Além disso, fazemos uma homenagem a Benjamin de Oliveira [1870-1954], que foi o primeiro palhaço negro do Brasil, mas quase ninguém o conhece. Benjamin é representado por um artista que vai se montando até chegar à última cena e que nos ajuda na condução da história. Mas não usamos nem a figura do palhaço tradicional nem os elementos tradicionais do circo.”

Hildefonso conta ainda que o núcleo artístico do AfroReggae onde está sediado o Afro Circo (são quatro núcleos no total) desde 1996, na favela do Cantagalo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, recebeu o nome de Benjamin de Oliveira. Segundo o diretor, a ideia de levar o circo para a região, que já contava com projetos musicais realizados por outras entidades, surgiu depois de um encontro entre José Júnior, coordenador-executivo da instituição, e o criador do Cirque du Soleil, Guy Laliberté, em um evento no Canadá.

“O José Júnior voltou com a ideia de abrir uma oficina de circo em um dos núcleos, e decidimos ir para o Cantagalo”, diz Hildefonso. “Durante todos esses anos de trabalho, alguns jovens já saíram do projeto e alguns foram para outros circos ou para fora do Brasil – inclusive para o Cirque du Soleil. Todos os jovens que hoje fazem parte dos nossos grupos artísticos vieram das nossas oficinas [de circo, dança, violino, bateria, DJ, instrumentos de sopro]. Os talentos vão surgindo e, a partir do momento em que vão saindo, nós os substituímos por outras pessoas dessas mesmas oficinas.”

Gênesis: o Mix da Criação já foi apresentado parcialmente em Paris, na França, em 2014, quando o Afro Circo participou do Festival Brasil Sensacional, no Jardin d’Acclimatation. “A experiência foi brilhante”, conta o diretor. “Tem uma coisa de que as pessoas gostam muito, principalmente no exterior, e é por isso que acho que há tantos artistas de circo fora do país. O artista circense brasileiro tem um gingado diferente. Você olha e percebe, ele acaba se destacando. Ele mistura a dança, a capoeira, vai se especializando na sua modalidade. Isso cria um diferencial.”

Gênesis: o Mix da Criação
sexta 16 de dezembro de 2016
às 21h
[duração aproximada: 60 minutos]

ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

[livre para todos os públicos]

Os ingressos podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido, pelo telefone 11 4003 12 12 ou na bilheteria do Auditório:
Horários de funcionamento
sexta e sábado das 13h às 22h
domingo das 13h às 20h

Auditório Ibirapuera
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, 0, Parque do Ibirapuera – Portão 2, São Paulo/SP
Contatos e Informações Extras: 11 3629 1075

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Enviar comentário